Glossário de Termos Aplicados a Produtos Naturais

Um glossário para descrever e explicar resumidamente, os termos científicos que se aplicam aos produtos naturais, suplementos naturais e plantas medicinais que pode encontrar na loja online.

A

Absorvente – Nome dado ao medicamento que absorve os líquidos ou os gases tanto em uso interno (Tubo digestivo) como externo (feridas supurativas).

Ácido Fólico – O Ácido Fólico é essencial para o fabrico do ADN, a molécula necessária para a reprodução celular. Também promove a formação da células sanguíneas e de alguns dos constituintes do tecido nervoso. É recomendado por diversas instituições de Saúde Pública, que todas as mulheres em idade fértil consumam 0,4 mg de folatos diariamente de modo a reduzir o risco de malformações do feto. O ácido fólico é assim essencial para o crescimento correcto e para o funcionamento óptimo do sistema nervoso e da medula óssea. As principais fontes de Ácido Fólico são: Fígado, óleos vegetais (soja, milho e girassol), vegetais, legumes e fruta. (400 mcg – DDR).

Adaptógeno – Ajuda o corpo a lidar com o stress (exemplo: ginseng).

Adipógeno – Propicia a acumulação de gorduras e, consequentemente, o aumento do tecido adiposo.

Adsorvente – Que fixa à superfície uma substância líquida ou gasosa, propiciando assim a sua eliminação.

Adstringente – Contrai os tecidos, os capilares, os orifícios e tende a diminuir as secreções das mucosas. As Plantas adstringentes são frequentemente anti-hemorrágicas e podem provocar obstipação (exemplos: framboeseira e aveleira).

Afrodisíaco – Aumenta a potência e o desejo sexuais.

Alergeno ou alergénio – Susceptível de provocar reacções alérgicas.

Alopático (alopatia) – Referente à medicina convencional.

Amargo – Estimula o apetite e activa as funções gástricas. As chamadas plantas amargas também são aperitivas, tónicas e frequentemente febrífugas. Devem o nome ao gosto que possuem.

Anabolizante – Promove o aumento de peso corporal por acréscimo do anabolismo proteico.

Analgésico – Calmante da dor (exemplos: salgueiro, cravo-da-índia, camomila).

Anestésico – Suprime a sensibilidade. A sua acção pode ser local ou geral; neste caso, a consciência enfraquece, podendo mesmo ser anulada.

Anorexigénio – Que reduz o apetite.

Antálgico – Combate a dor, quer ao nível do órgao dorido, quer do sistema nervo central.

Antidiabético – Faz baixar o teor de glicose no sangue.

Antidiarreico – Combate a diarreia devido a uma acção adstringente, adsorvente, desinfectante ou moderadora do trânsito intestinal.

Antiescorbútico – Combate o escorbuto por meio de vitaminas, especialmente a vitamina C.

Antiespasmódico – Descontrai certos músculos doridos. Ao actuar sobre o influxo nervoso que comanda o ritmo da contracção muscular, acalma espasmos e convulsões (exemplos: gengibre, funcho, camomila).

Antiflogístico – Reduz as inflamações, opondo-se às reacções naturais do organismo.

Antigaláctico – Reduz a secreção do leite.

Antigotoso – Combate a gota, impedindo a formação de ácido úrico ou baixando o seu teor sanguíneo.

Anti-hemorrágico – Impede a hemorragia, facilitando a contracção dos capilares sanguíneos ou favorecendo a coagulação do sangue.

Anti-inflamatório – Ver Antiflogístico.

AntiAntilitiásico – Impede a formação de cálculos nas vias biliares ou árias ou facilita a sua dissolução.

Antinevrálgico – Combate as dores produzidas no trajecto dos nervos sensitivos. Existem antinevrálgicos específicos, como, por exemplo, a essência de cravinho, que, em aplicação externa, alivia as dores de dentes.

Antioxidante – Os antioxidantes neutralizam as substâncias instáveis conhecidas como radicais livres que podem causar danos, em especial às membranas das células. Exemplos de nutrientes antioxidantes: vitaminas C, E e A (beta-caroteno).

Antipirético – Ver Febrífugo

Anti-séptico – Destrói os germes ou inibe o seu desenvolvimento, pelo que evita o contágio; serve para desinfectar as feridas e certos órgaos. O eucalipto e o pinheiro, por exemplo, são anti-sépticos das vias respiratórias.

Anti-sudorífico – Diminui a secreção do suor.

Anti-ulceroso – Melhora o estado das úlceras digestivas, quer baixando o teor de acidez, quer protegendo a mucosa.

Antivomitivo – Combate as náuseas de origem nervosa ou espasmódica.

Aperitivo – Contém princípios amargos que estimulam o apetite e preparam as operações digestivas

Aromático – Contém óleos essenciais muito odoríferos. Os aromáticos são tónicos, estimulantes e algumas vezes também estomáquicos.

Artrite – Inflamação aguda ou crónica de uma articulação.

Artrose – Degenerescência progressiva de uma articulação, normalmente da cartilagem.

B

Bactericida – Ver Anti-séptico.

Balsâmico – Contém bálsamos que suavizam as mucosas respiratórias.

Béquico – Acalma a tosse e as irritações da faringe.

Beta-Caroteno – O Beta-Caroteno é uma importante fonte de vitamina A. O Beta-Caroteno e outros carotenóides são, por vezes, designados “provitaminas A”, visto que uma certa proporção deles pode, se necessário, ser convertida em vitamina A nos intestinos e no fígado. O Beta-Caroteno está presente nos legumes e fruta de cor amarela e cor-de-laranja (1500 mcg – DDR).

Biotina (Vitamina) – A Biotina é importante para o crescimento celular e ajuda o corpo a dar melhor uso às gorduras e às proteínas e a manter um nível estável de açúcar no sangue. Protege o organismo contra anemias perniciosas.
A Biotina está presente nos ovos, fígado e cereais (300 mcg – DDR).

Boro (Mineral) – O Boro é um mineral, que pode ajudar a prevenir a osteoporose (especialmente em mulheres) ao reduzir a perda de cálcio, fósforo e de magnésio na urina. As principais fontes de Boro são: Fruta fresca, vegetais verdes e passas.

C

Cálcio (Mineral) – O Cálcio é o mineral mais abundante no corpo humano. É essencial na formação dos dentes e de ossos fortes e na transmissão de impulsos nervosos, estabilizando muitas funções corporais (1000 mg – DDR).

Calicida – Em aplicação externa, amolece e facilita a extirpação dos calos.

Calmante – Ver Sedativo.

Cardiotónico – Reforça, retarda e regulariza os batimentos do coração.

Carminativo – Favorece a expulsão de gases do tubo digestivo. As plantas carminativas são também geralmente aromáticas e estimulantes (exemplos: hortelã-pimenta, funcho, caneleira).

Cicatrizante – Ver Vulnerário.

Cobre (Mineral) – O cobre é importante na formação dos ossos e da hemoglobina. O cobre também ajuda a regular o sistema nervoso, intervém em processos da pele e do cabelo (coloração) e em processos de regeneração celular. As principais fontes de Cobre são: Carne (fígado), ostras, frutos secos e sementes (2 mg – DDR).

Colagogo – Contrai a vesícula biliar, estimulando a evacuação da bílis do canal colédoco para o intestino (exemplos: taráxaco, labaças).

Colerético – Estimula a secreção da bílis pelo fígado, facilitando assim a digestão dos corpos gordos.

Cordial – Activa a circulação do sangue e estimula as funções digestivas.

D

DDR – Abreviatura para Dose Diária Recomendada.

Depurativo – Purifica o sangue, facilitando a eliminação dos resíduos mediante uma acção diurética, laxativa ou sudorífica.

Detersivo – Limpa as feridas e as úlceras, facilitando assim a sua cicatrização.

Digestivo – Auxilia a digestão, facilitando a actividade do estômago (exemplos: alecrim, camomila, aveia, gengibre).

Diurético – Favorece a depuração do sangue, eliminando as toxinas que este contém. Alguns diuréticos aumentam a excreção dos cloretos e são úteis em casos de edema, outros a da ureia e outros ainda podem simplesmente aumentar, durante algumas horas, o volume de urina (exemplos: salsa, taráxaco).

Drástico – Provoca contracções enérgicas do intestino, com forte evacuação de fezes.

E

Emenagogo – Facilita ou aumenta o fluxo menstrual (exemplos: salva, hortelã-pimenta, artemísia).

Emético – Provoca vómitos, possibilitando o esvaziamento do estômago em determinados casos de envenenamento (exemplos: sal, mostarda).

Emoliente – Exerce um efeito calmante sobre a pele e mucosas inflamadas (exemplo: malvas).

Esternutatório – Provoca espirros.

Estimulante – Excita a actividade nervosa e vascular. Há estimulantes específicos de certos órgaos, como, por exemplo, do tubo digestivo ou do coração (exemplos: café, ginseng, pimenta-caiena).

Eupneico – Regulariza a respiração e desobstrui as vias respiratórias.

Expectorante – Facilita a expulsão das secreções brônquicas e faríngeas (exemplos: alho, tomilho).

F

Febrífugo – Combate a febre ou evita os seus acessos (exemplos: milfolhada, salva, camomila).

Ferro (Mineral) – É um componente da hemoglobina (responsável pelo transporte de oxigénio pelas células). Reforça o sistema imunitário (18 mg – DDR).

Fluidificante – Torna as secreções brônquicas menos espessas e portanto, mais fáceis de expelir. Alguns fluidificantes têm uma acção depurativa do sangue.

Fósforo (Mineral) – É um componente essencial das membranas das células. Trabalha em conjunto com o cálcio na formação dos ossos e dentes, em funções no fígado e na contracção muscular do coração (1000 mg – DDR).

G

Galactagogo – Facilita ou activa a secreção do leite durante a lactação.

Gastrite – Inflamação aguda ou crónica das mucosas do estômago.

GLA (Ácido Gama-Linolénico) – O Ácido Gama-Linolénico é um ácido gordo essencial (omega 6), encontrado primariamente em óleos vegetais (com destaque para o óleo de onagra). A deficiência deste ácido na alimentação pode originar, a nível da pele, eczemas, e pode alterar a composição dos fosfolípidos das membranas celulares perturbando a síntese das prostaglandinas.

Glaucoma – Afecção ocular com o aumento de tensão do globo ocular, que determina atrofia da retina e cegueira.

Gota – Doença caracterizada por um aumento do ácido úrico no sangue e depósitos de uratos periarticulares originando, muitas vezes, episódios de artrite aguda.

H

Hemolítico – Destrói os glóbulos vermelhos, provocando por vezes icterícia e anemia.

Hemostático – Faz parar as hemorragias, quer por uma reacção vasoconstridora, quer por meio de factores coagulantes (vitaminas K e P).

Hepático – Auxilia as funções digestivas do fígado e da vesícula biliar, especialmente a secreção e a evacuação da bílis.

Hipertensor – Provoca a elevação da pressão sanguíneas nas artérias, frequentemente devido a um efeito estimulante.

Hipnótico – Causa sono, quer por acção directa sobre o hipotálamo, quer por uma acção sedante geral do organismo.

Hipocolesterolemiante – Baixa o teor de colesterol no sangue, reduzindo os perigos da arteriosclerose.

Hipotensor – Provoca um abaixamento da tensão arterial.

I

Insecticida – Mata determinados insectos. Geralmente, os componentes activos estão contidos em óleos voláteis.

J

De momento nenhuma entrada.

L

Laxativo – Facilita a evacuação das fezes, quer aumentando o seu volume, quer estimulando o movimento peristálticos do intestino.

Licopeno – É uma substância carotenóide que dá a cor avermelhada ao tomate, melancia, beterraba, pimentão, entre outros alimentos. É um antioxidante que, quando absorvido pelo organismo, ajuda a impedir e reparar os danos às células causados pelos radicais livres.

Luteína – Tal como outros carotenóides, a luteina e a zeaxanthina actuam como antioxidantes, protegendo as células contra os efeitos nefastos dos radicais livres. A Luteína, de tonalidade amarelo-limão é um carotenóide presente em alguns vegetais, como espinafre, couve-flor, ervilha, brócolis, e em alguns frutos, como laranja, mamão, pêssego e kiwi, além da gema de ovo. É o principal antioxidante presente nas membranas oculares (retina e mácula).

M

Menopausa – Paragem permanente da menstruação.

Mucilaginoso – Contém glúcidos que intumescem com a água, formando uma solução viscosa, a mucilagem.

N

Narcótico – Provoca um sono pesado e artificial que frequentemente é acompanhado de um entorpecimento da sensibilidade.

Nutriente – Um nutriente é qualquer substância existente na comida que o nosso corpo possa utilizar para: obter energia, sintetizar tecidos ou regular processos corporais. Existem 7 grupos de nutrientes (Hidratos de carbono, Proteinas, Lipidos, Vitaminas, MacroMinerais, MicroMinerais e a Água).

O

Oftálmico – Utilizado para tratar algumas afecções dos olhos e das pálpebras.

Osteoporose – Diminuição da densidade óssea.

P

Parasiticida – Que destrói parasitas (insectos, ácaros, vermes).

Peitoral – Exerce uma acção benéfica no aparelho respiratório. As plantas béquicas e expectorantes são peitorais.

Purgante – Laxante forte que acelera o peristaltismo e irrita, por vezes, a mucosa intestinal.

Q

De momento nenhuma entrada.

R

Refrescante – Acalma a sede e baixa a temperatura do corpo. As plantas ácidas, que têm propriedades antiflogísticas, são também refrescantes.

Relaxante muscular – Descontrai os músculos, acalmando as contracções por acção revulsiva e antiespasmódica (exemplo: camomila).

Remineralizante – Que permite, pelo fornecimento de sais minerais e oligoelementos, reconstituir o equilíbrio mineral do organismo.

Resolutivo – Facilita a resolução das tumefacções e inflamações, possibilitando que os tecidos do organismo regressem ao seu estado normal.

Revulsivo – Em uso externo, provoca a vermelhidão da pele acompanhada de calor. Em uso interno, contribui para o descongestionamento dos órgaos.

Rubefaciente – Produz a irritação e vermelhidão da pele.

S

Sedativo – Acalma e regulariza a actividade nervosa.

Sialagogo – Estimula o fluxo da saliva.

Sonífero – Ver Hipnótico

Sudorífico – Estimula a transpiração.

T

Tónico – Exerce uma acção

Toxina – Substância tóxica produzida por uma bactéria.

U

Uretrite – Inflamação da uretra.

Urticária – Erupção cutânea com o aparecimento súbito de manchas congestivas pruriginosas, pouco salientes e pouco resistentes à palpação.

V

Vasoconstritor – Provoca a contracção do calibre dos vasos sanguíneos.

Vasodilatador – Dilata os vasos sanguíneos, provocando a turgescência dos tecidos irrigados.

Vermicida – Expulsa os vermes do intestino. Utilizam-se diferentes espécies de plantas, consoante o tipo de verme que é necessário combater (áscaris, oxiúrios ou ténia).

Vitamina – Um nutriente que o corpo necessita em doses muito reduzidas para funcionar e manter-se saudável. Existem 13 vitaminas, além das vitaminas A, B, C, D, E e K, existem 8 do complexo B: tiamina (B1), riboflavina (B2), piridoxina (B6), cianocobalamina (B12), biotina (H), ácido fólico (Bc), ácido nicotínico (niacina) e ácido pantoténico (B5).

Vulnerário – Contribui para a cicatrização das feridas, bem como para o tratamento das contusões.

X

De momento nenhuma entrada.

Z

Zinco – O Zinco é essencial para o crescimento celular, para a reprodução e para todos os mecanismos de reparação (ajuda a combater infecções). Ajuda a regular o sistema imunitário e o metabolismo da insulina. As principais fontes de zinco são: carne, marisco (ostras) e fígado.

Os comentários neste artigo estão fechados